Logo ASBAI

Revista oficial da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia ASBAI
Revista oficial da Sociedad Latinoamericana de Alergia, Asma e Inmunología SLaai

Brazilian Journal of Allergy and Immunology (BJAI)

Número Atual:  Julho-Setembro 2021 - Volume 5  - Número 3


Artigo Original

Exposição à poluição do ar interno/poluição do ar externo: os assassinos silenciosos - Estudo piloto

Exposure to indoor air pollution/outdoor air pollution: the silent killers - A pilot study

Marilyn Urrutia-Pereira1; Herberto Chong-Neto2; Jennifer Avila3; Natividad L. Vivas4; Verónica Riquelme Martinez4; William López Róndon4; Leticia Auth Rockenbach5; Leticia Beal Dill5; Maiara Rubim Xavier5; Nathaly Ellen Bonow5; Pietro Nunes Rinelli5; Dirceu Solé6


DOI: 10.5935/2526-5393.20210042

1. Department of Medicine, Federal University of Pampa (Unipampa) - Uruguaiana, RS, Brazil
2. Department of Pediatrics, Federal University of Paraná (UFPR) - Curitiba, PR, Brazil
3. Nurse at Uruguaiana's Basic Health Unit - Uruguaiana, RS, Brazil
4. Uruguaiana's Basic Health Unit - Uruguaiana, RS, Brazil
5. Medical Student, School of Medicine, Unipampa - Uruguaiana, RS, Brazil
6. Department of Pediatrics, Escola Paulista de Medicina - Federal University of São Paulo (UNIFESP) - São Paulo, SP, Brazil


Endereço para correspondência:

Marilyn Urrutia-Pereira
E-mail: urrutiamarilyn@gmail.com

RESUMO

OBJETIVO: Identificar possíveis fatores de risco da exposição à poluição intradomiciliar (PID) e extradomiciliar (PED) e sua relação com doenças não transmissíveis (DNT) em homens e mulheres tratados por médicos de atenção primária.
MÉTODO: Quinhentos e cinquenta e um pacientes (382 mulheres) atendidos em três unidades básicas de saúde em Uruguaiana, Brasil, por queixas diversas, responderam a um questionário sobre os fatores de risco para exposição à PID/PED.
RESULTADOS: As mulheres foram significantemente mais expostas aos poluentes da queima de lenha (79,6% vs. 52,7%, p < 0,0001) por terem mais atividades domésticas; os homens praticaram mais atividades ao ar livre e passaram longos períodos no trânsito (47,3% vs. 18,8%, p < 0,0001). Hipertensão arterial (HA) / Doença respiratória crônica (DRC) foram mais frequentes entre as mulheres. Pacientes com HA/DRC foram mais expostos à PED devido ao trabalho (18,1% vs. 11%, p = 0,02), ou por viver perto de uma fonte de poluição do ar (45,6% vs. 29,6%, p = 0,0002), ou em uma rua com trânsito intenso (41,7% vs. 33%, p = 0,04). O fumo passivo, o fumo ativo, o uso de lenha ou carvão para cozinhar, aquecer ou secar ou queimar carvão em ambientes fechados não foram associados a maior prevalência de HA/DRC.
CONCLUSÃO: A exposição à PED foi associada a HA/CRD. As mulheres foram mais expostas à PID pela queima de lenha, e os homens foram mais expostos à queima de combustíveis fósseis. O conhecimento destes comportamentos deve ser direcionado aos médicos da atenção básica e a todos os profissionais da saúde, para que medidas preventivas e educacionais possam ser implementadas.

Descritores: Poluição, doenças não transmissíveis, médicos de atenção primária, profissionais de saúde.



2021 Associação Brasileira de Alergia e Imunologia

Av. Prof. Ascendino Reis, 455, Vila Clementino, CEP 04027-000, SÃO PAULO, SP, Fone: (11) 5575-6888

GN1 - Sistemas e Publicações