Logo ASBAI

Revista oficial da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia ASBAI

Brazilian Journal of Allergy and Immunology (BJAI)

Número Atual:  Abril-Junho 2017 - Volume 1  - Número 2


ARTIGO ESPECIAL

Guia prático de atualização em dermatite atópica - Parte II: abordagem terapêutica. Posicionamento conjunto da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia e da Sociedade Brasileira de Pediatria

Updated practical guide on atopic dermatitis - Part II: treatment approach. Joint position paper of the Brazilian Association of Allergy and Immunology and the Brazilian Society of Pediatrics

Vânia O. Carvalho1,17; Dirceu Solé2,18,19; Adriana A. Antunes3,16; Ana E. Kiszewski Bau4,17; Fábio C. Kuschnir5,16; Márcia C. Mallozi6,18; Jandrei R. Markus7,17; Maria G. Nascimento e Silva8,16; Mário C. Pires9,18; Marice E. El Achkar Mello10,17; Nelson A. Rosário Filho11,18,19; Emanuel S. Cavalcanti Sarinho12,16,19; Herberto J. Chong-Neto13,16,18; Luciana R. Silva14,19; Norma P. M. Rubini15,18


1. Professora Associada de Pediatria, Universidade Federal do Paraná (UFPR), PR
2. Professor Titular de Alergia, Imunologia Clínica e Reumatologia, Universidade Federal de São Paulo, SP
3. Professora Associada de Pediatria, Universidade de Pernambuco, PE
4. Professora Adjunta de Dermatologia, Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, RS
5. Professor Adjunto de Pediatria, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, RJ
6. Professora Assistente, Departamento de Pediatria, Faculdade de Medicina do ABC, SP
7. Professor de Pediatria e Dermatologia - ITPAC Porto Nacional, TO
8. Professora de Pediatria, Faculdade de Medicina Estácio de Juazeiro do Norte, CE
9. Doutor em Ciências da Saúde pelo Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo, Especialista em Dermatologia, e Alergia e Imunologia Clínica
10. Médica Especialista em Pediatra e Dermatologia, Universidade Federal de Santa Catarina, SC
11. Professor Titular de Pediatria, UFPR, PR
12. Professor Associado de Pediatria, Universidade Federal de Pernambuco, PE
13. Professor Adjunto de Pediatria, UFPR, PR
14. Professora Titular de Pediatria, Universidade Federal da Bahia, BA
15. Professora Titular, Disciplina de Alergia e Imunologia, UNIRIO - EMC, RJ
16. Departamento Científico de Alergia, Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP)
17. Departamento Científico de Dermatologia SBP
18. Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI)
19. Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP)


Endereço para correspondência:

Dirceu Solé
E-mail: alergiaimunoreumatologia@unifesp.br


Submetido em: 10/01/2017
Aceito em: 15/02/2017.
Não foram declarados conflitos de interesse associados à publicação deste artigo.

RESUMO

Nas últimas décadas o conhecimento sobre a etiopatogenia da dermatite atópica (DA) avançou muito. Além da identificação dos principais agentes desencadeantes e/ou agravantes envolvidos na expressão clínica da DA, verificou-se ser a integridade da barreira cutânea um dos pontos fundamentais para a manutenção da homeostase da pele. Assim, no tratamento do paciente com DA, além da evitação dos agentes desencadeantes e/ou irritantes, o uso de hidratantes é parte fundamental, e acredita-se que tenha ação preventiva de surtos agudos. Além disso, a aquisição de agentes anti-inflamatórios de uso tópico tem permitido o controle de pacientes com formas leves a moderadas da DA. Embora tenham uso mais restrito, os agentes imunossupressores sistêmicos também têm sido empregados no tratamento de pacientes com DA grave ou refratária aos procedimentos habituais. Comenta-se também a imunoterapia alérgeno-específica como tratamento adjuvante da DA para alguns pacientes, sobretudo alérgicos aos ácaros e com manifestações respiratórias associadas. A aquisição de novos agentes, os imunobiológicos, também são apresentados à luz das evidências científicas e clínicas atuais. O presente guia prático de atualização em dermatite atópica - abordagem terapêutica teve por objetivo rever os esquemas de tratamento disponíveis e empregados no acompanhamento de pacientes com DA, além de apresentar terapêuticas futuras, como os agentes imunobiológicos que em breve estarão à disposição para o tratamento de formas mais graves e/ou refratárias da DA.

Palavras-chave: Dermatite atópica, hidratação da pele, corticosteroides tópicos, inibidores da calcineurina, ciclosporina, imunobiológico, imunoterapia.



2017 Associação Brasileira de Alergia e Imunologia

Av. Prof. Ascendino Reis, 455, Vila Clementino, CEP 04027-000, SÃO PAULO, SP, Fone: (11) 5575-6888

GN1 - Sistemas e Publicações